Os efeitos do óleo de coco nos cabelos crespos

0

Um novo produto tem feito a cabeça (literalmente) das antenadas de plantão. É o óleo de coco vegetal. Por ser rico em vitamina E e ácidos graxos, o óleo fortalece e hidrata profundamente os fios. É um dos poucos óleos que consegue penetrar na cutícula do cabelo, o que para quem tem cabelo encaracolado ou crespo é uma ótima notícia.

O óleo de coco, junto com o de oliva e o de abacate, é um dos preferidos para hidratar os cabelos crespos e funciona muito bem para uso diário, pois o cabelo não fica oleoso. O segredo é a quantidade. A forma correta é aplicar uma medida equivalente a uma colher de chá, esfregar antes entre as mãos, e passar por todo o cabelo.

Se o volume dos fios for grande, é permitido passar mais um pouco. Para não errar, o melhor “método” é usar o dedo indicador. Primeiro, encoste levemente o dedo no óleo. A quantidade de óleo que ficar na ponta do dedo, deve ser esfregada entre as mãos e aplicada no cabelo a partir da frente. Repita o processo, até passar em todo o cabelo. Esta é a melhor forma para descobrir a quantidade certa para a sua cabeleira.

Se o óleo estiver sólido, use uma colher de chá. Comece com meia colher e vá passando mais, conforme a necessidade. Você vai perceber que o óleo de coco é absorvido rapidamente pelo cabelo e as mãos não ficam oleosas (se ficarem é porque está passando demais).

Este ritual pode ser feito antes de dormir (assim, o cabelo acordará mais maleável) ou de manhã (depois de umedecer os fios, passe o óleo de coco e, em seguida, o leave-in).

Assim que você passar o óleo no cabelo, vai sentir um cheiro forte de cocada, mas não se assuste, o cheiro desaparece depois da aplicação de leave-in. Quem tem cabelo muito crespo vai notar como os fios ficam muito mais maleáveis e fáceis de lidar, e o ressecamento deve diminuir consideravelmente.

Uma dica: quando for comprá-lo, certifique-se de que é virgem, ou seja, foi extraído sem nenhum processo de refinamento e não foi misturado com outro tipo de óleo. Na embalagem deve estar escrito “prensado a frio”.

Outro detalhe importante: experimente o óleo antes de usá-lo. O óleo virgem deve ter o sabor e o aroma do coco. Se sentir algum amargor ou se o cheiro não for agradável, é sinal de que o óleo está rançoso. Neste caso, troque o óleo no estabelecimento onde comprou.

Além de ser frequentemente utilizado nos cabelos, o óleo de coco também faz muito bem à saúde. Ele é utilizado para cozinhar os alimentos, pois fortalece o sistema imunológico e diminui o colesterol, entre outros benefícios.

Share.

About Author

Leave A Reply